Com cerca de 12.000Km quadrados, o Pontal do Paranapanema compreende 21 municípios no extremo oeste do Estado de São Paulo.
Foto Ilustrativa

Ao mesmo tempo em que ocupa uma posição geográfica estratégica, é uma das regiões mais pobres do Estado e enfrenta graves problemas relacionados à questão fundiária.

Quando o Instituto Bio-Energia lançou o projeto Pinhão-Manso – Pontal do Paranapanema, acabava de surgir uma nova oportunidade para os pequenos produtores rurais e assentados da região. Desde então, o cultivo do pinhão-manso – cuja semente é utilizada para a produção de biodiesel – possibilitou um considerável aumento de renda para esses agricultores.

O sucesso da empreitada desencadeou um segundo projeto, destinado a desenvolver o empreendedorismo e a auto-sustentabilidade entre os produtores. Denominado Formação de Pequenos Empresários Rurais – Pontal do Paranapanema, é uma parceria entre FAPETEC, INSTITUTO BIO-ENERGIA e SEBRAE.

Com o oferecimento de qualificação técnica aos trabalhadores locais, a iniciativa dá continuidade à melhoria da situação econômica da região, contribuindo com a produção de energia renovável e ajudando a realizar os enfáticos objetivos sociais da FAPETEC e das demais instituições envolvidas.